Golpe de Vista

Taça da Liga faz mais baixas


A ronda inaugural da Taça da Liga ditou um emagrecimento do nosso contingente na prova, que começara com a queda do Farense de Irobiso, diante da Oliveirense de Micael Babo. Desde logo, com a eliminação do Freamunde. Os capões, apenas com Luis Pedro e Barbosa no onze, caíram no desempate por grandes penalidades. Depois de uma igualdade a um golo no tempo regulamentar, os lisboetas foram mais eficazes e venceram por 4-2. Sorte idêntica teve Cadu, que com o seu Gil Vicente, foi também arredado da competição após desempate. A jogar em casa, os gilistas não foram além de um empate a um golo, com a formação viseense a ser mais certeira dos onze metros. Arnold, também a jogar em casa, embora à porta fechada, viu o recém promovido vencer por 2-0, surpreendendo a favorita formação flaviense. Em Penafiel, José Coelho não conseguiu evitar a eliminação do seu Olhanense, que se apresentou com apenas 13 jogadores disponíveis. Do outro lado, embora no banco, Júlio Coelho sorriu no final, graças ao triunfo por 2-0. Razões para sorrir têm também Rateira e Jorginho, que viram o Leixões vencer por 2-0 na visita ao Mafra. Rateira foi titular nos bébés que ainda não contaram com Jorginho. Na Vila da Feira foi o fim da linha para Taborda e Xeca. O Feirense bateu o Sp. da Covilhã por 2-1, com Taborda a atuar de inicio, enquanto Xeca ficou pelo banco de suplentes. Também sem entrar nas quatro linhas, Zé Valente assistiu à queda do D.Aves, que foi derrotado em Portimão por claros 3-0.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *