Golpe de Vista

Primeira volta fechada com chave de ouro


Paços de Ferreira e Setúbal encontraram-se no jogo que marcou o término da primeira volta da Liga Portuguesa, tendo os castores vencido por duas bolas a uma.

Com os três do costume no onze, Andrezinho, Jota e Barnes, os pacenses abriram o ativo logo aos 3 minutos por intermédio de Bruno Moreira. Os sadinos, que tiveram Fábio Pacheco a tempo inteiro, chegaram à igualdade ainda antes da meia hora, com André Claro a bater Marafona aos 27.

Jorge Simão tirou Andrezinho ao intervalo tendo lançado Edson Farias para o seu lugar e seria o brasileiro a ganhar a grande penalidade que deu o triunfo aos homens da Mata Real. Aos 64, Bruno Moreira bisou na partida não tremendo na conversão do referido penálti. A perder, Quim Machado lançou Arnold no jogo, com o intuito de reverter o resultado negativo. Barnes foi substituído aos 78, com Manuel José, que efetuou os primeiros minutos da temporada, a entrar para o seu lugar. Nota ainda para um cabeceamento de Fábio Pacheco nos minutos finais que quase dava o empate ao Vitória de Setúbal. O Paços de Ferreira termina a primeira volta no quarto lugar com 28 pontos, enquanto os sadinos estão no nono posto com 22.

Jota recebe prémio

Antes do apito inicial, Diogo Jota recebeu o troféu referente à distinção de melhor jogador jovem da liga portuguesa, nos meses de Outubro e Novembro. A entrega coube a um ex jogador pacense, João Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *