Golpe de Vista

Marco foi símbolo de União

O União de Paredes foi uma das sensações da 3ª eliminatória da Taça de Portugal, ao vencer o Ac de Viseu, por 3-1. Na equipa paredense, Marco Ribeiro e Gil Barros foram titulares, enquanto Amadeu e Joel começaram como suplentes, frente ao Académico que não contou com Tiago Mesquita. Com Ayongo no banco, só Pedro Monteiro mereceu a titularidade da parte de José Gomes. A história do jogo começou a escrever-se com um golo de Correia, aos 12′. Os viseenses ainda empataram, num grande golo de Quizera, mas a segunda parte veio confirmar a supresa. Henrique aproveitou uma bola perdida, após um canto de Gil Barros e fez o segundo, ainda não estava concluída uma hora de jogo. Pouco depois o empate esteve perto de acontecer, mas Marco Ribeiro saiu rápido de entre os postes e levou a melhor frente ao capitão Pica, defendendo com as pernas o remate do adversário. Aos 68′ o jogo ficou decidido, com Correia a aproveitar um erro contrário e a fazer o 3-1. Ayongo, lançado ao intervalo, ainda tentou reduzir,mas Marco esteve sempre muito seguro na baliza paredense. Perto do fim, Eurico Couto lançou Amadeu para ajudar a fechar os caminhos para a baliza.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Prémio GdV – Finalistas

Nomeados finais para o Prémio GOLPE De VISTA 2017/2018