Golpe de Vista

Jaime Pacheco bate com a porta


A aventura egípcia de Jaime Pacheco foi de curta duração. o técnico lordelense fartou-se do que considerou ” desrespeito” para com a sua pessoa e abandonou o comando técnico do Zamalek. Apesar da saída, Jaime Pacheco deixou uma imagem fantástica na terra dos faraós: em 10 jogos, venceu oito, empatou um e perdeu outro. Deixou a equipa no comando do campeonato, posição que nos últimos anos pertence ao Al-Ahly. Jaime Pacheco espera poder voltar a treinar em Portugal. Um desejo natural de um técnico que cometeu o feito ímpar de ser campeão nacional com o Boavista!

 

Foto: Jornal Record

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *