Golpe de Vista

Empate soube a pouco

A 1ª liga abriu com uma deslocação do Paços ao Algarve. Frente a um conjunto salvo administrativamente e que para evitar novo susto se reforçou em quantidade e qualidade, os castores empataram a um golo. Com um onze assente no que terminou a temporada passada, a máquina surgiu naturalmente oleada e foi superior ao adversário em praticamente todos os momentos do jogo. Com naturalidade, e felicidade, é certo, o Paços chegou à vantagem, num autogolo de Lucas Possignolo, já no período de compensação do primeiro tempo. A segunda abriu com a igualdade, também de bola parada, num livre lateral em que os castores se deixaram surpreender por Fabricio. Os instantes finais foram dignos de uma qualquer tragicomédia. Aos 90+3′ Lucas Silva ao tentar cabecear a bola, na área pacense, falhou e a bola, de forma natural, acabou por, no movimento descendente, tocar no braço do brasileiro. O transmontano Iancu Vasilica apontou grande penalidade, mas aconselhado pelo VAR Hugo Miguel, reviu o lance com recurso às imagens e anulou a decisão, três minutos depois…

O jogo prosseguiu e o Paços foi para o ataque com Lucas a ser protagonista, agora na área contrária. Num lance aparentemente inofensivo, o central Mauricio pisou o extremo canarinho, mas numa primeira instância, o árbitro mandou seguir. Só que Hugo Miguel voltou a aconselhar que Vasilica recorresse à tecnologia. Conselho sábio que levaria Vasilica a voltar atrás e assinalar grande penalidade a favor do Paços de Ferreira. Estávamos com 99 minutos…Douglas Tanque foi chamado à conversão, mas o guarda redes brasileiro, que por acaso se chama Samuel Portugal, adivinhou o lado e defendeu. Se Vasilica fosse rigoroso, o lance seria repetido, porque o guarda redes saiu da linha de baliza antes do remate de Tanque, mas com tantas emoções recentes, percebe-se o desatino…Segue-se o Sporting…

Foto: Kapta +

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Prémio GdV – Finalistas

Nomeados finais para o Prémio GOLPE De VISTA 2017/2018