Golpe de Vista

Despedidas vitoriosas


O fim de semana ficou marcado por dois abandonos que muito lamentamos. Dois atletas formados no concelho e que actuavam na Divisão de Elite da AF Porto, decidiram colocar um ponto final nas suas curtas carreiras, em detrimento de melhores condições de vida. O futebol é cada vez mais, uma fonte de rendimento, para cada vez menos. É de certa forma irónico, que jogando na “Elite” Marco Leal e Edu Pinheiro tenham que dedicar-se a outras atividades para “viverem”. Marco Leal, de 24 anos, formou-se no Paços de Ferreira, tendo sido emprestado ao Rebordosa e Aliados de Lordelo, em duas temporadas consecutivas, pelo clube do castor. Depois disso assentou na Lixa onde ia já na quarta temporada e ostentava a braçadeira de capitão.  Marco confirmou-nos a triste notícia:

“ Sim foi o meu ultimo jogo desta época pelo lixa e que jogo!! Na Alemanha inicialmente vou em trabalho mas sempre aberto a possibilidade de encontrar um clube, pois jogar futebol é o que eu mais gosto de fazer na vida.” Na despedida, o Lixa venceu por 4-3 no terreno do Leça.

Na foto, Marco, ainda juvenil, em luta com Pinto, defendia as cores do P.Ferreira, perante o seu rival de sempre, Freamunde.

No mesmo dia e não muito longe, outro jovem jogador pendurava as chuteiras. Edu Pinheiro, de apenas 21 anos, teve que colocar o coração e a razão em pratos distintos da balança e decidiu interromper a prática do desporto rei, que iniciara no Sc Freamunde ainda com tenra idade. Edu fez todo o percurso de azul, tendo, já com idade de sénior jogado no Rebordosa, primeiro por empréstimo e já esta época a título definitivo. Edu não escondeu as razões do seu abandono: “ É por questões profissionais e financeiras. Optei por seguir outros caminhos. Nos dias de hoje não podemos recusar trabalho, então decidi deixar. “

Um adeus que pode ser um até já, assim surja uma oportunidade, como afirma Edu “ Esta paragem não quer dizer que um dia mais tarde  não possa voltar. Se surgir a  oportunidade…  Afinal o futebol é uma paixão.

Na foto vemos Edu em duelo com Tiago Rodrigues, atualmente jogador do Nacional da Madeira, cedido pelo FC Porto.

Dois exemplos de dois jovens jogadores que tiveram que mudar de rumo, porque no nosso país o futebol é só para alguns. A ambos, fica o desejo da melhor sorte do mundo!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *