Golpe de Vista

André Leal deu a cambalhota mas não chegou


O Paços de Ferreira perdeu a oportunidade de se aproximar do quarto lugar da Liga Portuguesa, pois empatou no estádio Capital do Móvel a duas bolas frente ao Belenenses.

Logo aos 5 minutos Tiago Caeiro abriu o ativo para os de Belém, contudo ainda no primeiro quarto de hora Bruno Moreira restabeleceu a igualdade na conversão de uma grande penalidade.

No segundo tempo, Carlos Martins viu vermelho direito e os castores ficaram em superioridade numérica. Superioridade essa que André Leal aproveitou para consumar a reviravolta no marcador e colocar os pacenses na liderança da partida. Os festejos não duraram muito, pois no minuto seguinte, André Sousa empatou novamente o jogo, fixando o resultado final em 2-2.

Na turma de Jorge Simão Barnes, André Leal e Jota foram titulares tendo os dois primeiros cedido lugar na segunda parte.

No Bonfim, Vitória de Setúbal e Sp.Braga dividiram pontos, tendo empatado a uma bola. Com Fábio Pacheco no onze os sadinos adiantaram-se logo aos 4 minutos com um golo de Suk. O tento dos bracarenses foi apontado pelo lateral Marcelo Goiano à passagem do minuto 62.

Quim Machado ainda lançou Arnold para os últimos quinze minutos, contudo o resultado não voltou a sofrer alteração.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *