Golpe de Vista

Maldição dos penalties chega aos juniores


A formação de juniores do FC Porto, caiu, esta sexta feira, nas meias finais da Youth League, ao perder no desempate da marca dos 11 metros, um método que tem vitimado a equipa principal, esta temporada.

Paulo Estrela começou no banco e foi daí que viu o Chelsea chegar à vantagem por Redan(29′). A equipa portuguesa reagiu bem e empatou ainda na primeira metade por Diogo Queirós(40′). Aos 65′ o técnico portista fez entrar Paulo Estrela e seria com o pacense em campo que os dragões chegariam à vantagem. João Mário entrou e marcou! Estavam decorridos 80′ minutos mas os ingleses ainda iriam chegar à igualdade pelo capitão Grant(86′). Nas grandes penalidades, Estrela chamou a si a responsabilidade de ser o primeiro da sua equipa a tentar converter. Veio ao de cima a personalidade do habitual capitão dos dragões, que bateu com êxito para o fundo da baliza contrária. Contudo, acabaria por ser insuficiente, já que em seis tentativas o FC Porto apenas converteu três, contra quatro dos londrinos.

Foto: www.uefa.com

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Prémio GdV – Abril

Nomeados prémio Golpe de Vista – Abril 2018